top of page
  • Foto do escritorDiv Div

Gartner prevê que receita mundial de serviços em Nuvem Pública crescerá 17% em 2020

Pesquisa indica que vendas no modelo de Infraestrutura como Serviço (IaaS) terá o maior crescimento em 2020, devido à consolidação do mercado de Data Center em Nuvem.


O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, prevê que o mercado mundial de serviços de Nuvem Pública crescerá 17% em 2020, totalizando US$ 266,4 bilhões, contra US$ 227,8 bilhões em 2019.


“Nesse momento, a adoção de serviços em Nuvem é algo predominante”, diz Sid Nag, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner. “As expectativas dos resultados associados aos investimentos em Nuvem também são mais altas. A adoção de soluções de próxima geração quase sempre se refere a soluções ‘aprimoradas em Nuvem’, o que significa que elas se baseiam nos pontos fortes de uma plataforma Cloud para oferecer recursos de negócios digitais”.


A oferta de Software como Serviço (SaaS) continuará sendo o maior segmento de mercado, com previsão de faturamento de US$ 116 bilhões no próximo ano, devido à escalabilidade do software baseado em assinatura (consulte a Tabela 1). O segundo maior segmento de mercado refere-se aos serviços de Infraestrutura de Sistemas em Nuvem, ou Infraestrutura como Serviço (IaaS), que chegará a US$ 50 bilhões em 2020.


O Gartner prevê, ainda, que a oferta de IaaS crescerá 24% ano a ano, o que representa a maior taxa de crescimento em todos os segmentos de mercado. Essa alta é atribuída às demandas de aplicações e cargas de trabalho modernas, que exigem uma infraestrutura que os Data Centers tradicionais já não podem mais atender.


Várias formas de computação estão entre as três principais áreas em que a maioria dos Chief Information Officers (CIOs) globais aumentará seus investimentos no próximo ano, de acordo com o Gartner. À medida que as organizações aumentam sua dependência das tecnologias em Nuvem, mais as equipes de TI estão correndo para adotar aplicações já criadas no modelo nativo de Cloud e realocar seus ativos digitais existentes. “Construir, implementar e amadurecer estratégias de Nuvem continuará sendo a principal prioridade nos próximos anos”, afirma Nag.


“O cenário de serviços gerenciados em Nuvem está se tornando cada vez mais sofisticado e competitivo. De fato, até 2022, mais de 60% das organizações usarão uma oferta de serviços de Cloud gerenciada por um provedor de serviços externo, o que representa o dobro da porcentagem de organizações que adotavam este formato até o ano de 2018″, explica o analista.


“Recursos nativos de Nuvem, serviços de gestão de aplicações, operações Multicloud e infraestruturas Híbridas compreendem um ecossistema de Nuvem diversificado que será um importante diferencial para os gerentes de produtos de tecnologia. A demanda por resultados estratégicos obtidos por meio de serviços em Nuvem sinaliza uma mudança organizacional em direção aos resultados de negócios digitais”.


Fonte: CRYPTO ID.

Fonte da Imagem: FreePik.

1 visualização0 comentário

Commentaires


bottom of page