top of page
  • Foto do escritorDiv Div

Dados sobre a Declaração de Imposto de Renda no Brasil têm crescimento elevado nos últimos anos

Com o aumento das declarações, outro fator também ganha a cena, as complicações na hora da entrega do documento. Saiba como fugir das garras do leão.


Está chegando o momento de declarar o Imposto de Renda. Uma pesquisa recente da Receita Federal mostrou que 29.269.987 brasileiros fizeram a declaração no ano de 2018, o que significa um crescimento de 1,63% em relação a 2017, que teve uma estimativa de 28,8 milhões de documento entregues. Destes, 28.524.560 realizaram o processo dentro do prazo. Muitas dúvidas surgem, sobretudo, na Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física. Pensando nisso, reunimos algumas dicas para você não perder tempo na hora de fazer o procedimento fiscal ou até mesmo cair na temida malha fina.


Documentação em dia? Você vai precisar.

Ao falarmos da declaração de imposto de renda, uma das dúvidas recorrentes é com relação à documentação que deve ser entregue. Isso, porque o imposto de renda gera fatos ocorridos no ano anterior à entrega da declaração e nem todos os contribuintes se atentam à organização de documentos. No caso de pessoa física, quando os contadores recebem os documentos para começarem a confeccionar a declaração do imposto de renda, eles se deparam com a ausência de vários documentos considerados importantes. Esse é um dos principais impactos negativos que podem surgir. Uma sugestão interessante é deixar todos os documentos julgados importantes separados, para que o contador em posse dessas informações prossiga com os tramites do processo.


Qual o melhor modelo a ser declarado?

Existem dois tipos de modelos, o completo e o simplificado. Uma maneira de saber qual é o melhor modelo é por meio da simulação. Para fazer a simulação é necessário o acesso a todos os documentos. Só assim é possível saber qual modelo o contribuinte pagará menos impostos de acordo com o que a legislação permite.


Imóveis, como declarar?

Uma das principais incertezas que surgem é com relação aos imóveis adquiridos. Ao comprar um imóvel, a maioria dos contribuintes o faz a prazo e sempre fica a pergunta, qual o valor deve ser declarado? Devo declarar o valor pago do principal, o valor pago até o momento ou o valor com acréscimo de juros e multa? Vamos por partes. Com o informe de rendimentos da instituição financeira que fez o contrato de financiamento do imóvel em mãos, você terá acesso a todas as informações necessárias. Este é um documento extremamente importante e que deve ser fornecido para os contadores juntamente com o restante da documentação. Uma dica é que esse informe de rendimentos seja encaminhado para os contadores para que eles consigam separar o valor do principal que deve ser declarado e o valor de dívidas, se esse for o caso. O valor do seu bem, no caso o imóvel a ser declarado é referente ao montante pago até o momento. Lembrando que a informação de juros pagos deve constar no campo descrição.


Cruzamentos de dados da Receita Federal, cuidado com as inconsistências!

Todas as despesas listadas em seu CPF devem ser informadas na Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física. Uma vez que a receita federal fará o cruzamento dos dados com todas as fontes pagadoras e uma receita ausente em sua declaração informada pela fonte pagadora poderá fazer com que o contribuinte caia em malha fina e essa situação é extremamente indesejada. A melhor dica para ficar em dia com o leão é não deixar de declarar nenhuma receita, somente assim o órgão responsável pela efetivação das informações poderá fazer a análise de forma correta.


Apesar de milhões de declarações anualmente, a Declaração do Imposto de Renda ainda é um assunto complexo para muitos. Por isso é de extrema relevância uma consultoria eficaz e assertiva. Esses foram só alguns esclarecimentos sobre dúvidas que podem aparecer. Daremos mais dicas como essas. Então, fique ligado para não perder nada!


Conteúdos com mais explicações sobre o tema também poderão ser visualizados em nossas redes sociais, que nessa semana terão conteúdos exclusivos sobre o assunto.


Até o próximo post!

Fonte da Imagem: FreePik.

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page